agro2-Logo-preta

Câmara aprova projeto que permite uso de aviação agrícola no combate a incêndios florestais

Texto agora segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Aviação agrícola

Foi aprovado nesta quarta-feira (22/6), na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei que permite o uso de aviação agrícola no combate a incêndios florestais. A proposta é do senador Carlos Fávaro (PSD-MT) e segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

O texto já havia sido aprovado na íntegra por três comissões permanentes da Câmara; ele altera o Código Florestal e o Decreto Lei 917/69, que dispõe sobre o uso da aviação agrícola no Brasil.

Política: Câmara dos Deputados analisa projeto que cria Auxílio combustível

Segundo o deputado José Medeiros (PL-MT), relator da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, a medida é necessária no país e pois o processo é burocrático atualmente. “Em Mato Grosso, no ano passado, a associação dos aviadores se dispôs a fazer o trabalho, mas houve uma série de empecilhos burocráticos”, disse.

Câmara dos Deputados

Deputados votam projetos na Câmara. Foto: Paulo Sérgio/ Câmara dos Deputados

Plano de contingência

De acordo com o texto aprovado, o plano de emergência de incêndios florestais formulado pelo departamento de proteção ambiental deve ter diretrizes para o uso de frotas de aviação agrícola. Para ser utilizada nessas operações, a aeronave deve atender às normas técnicas estabelecidas pelo governo e ser pilotada por profissionais habilitados para a atividade.

Agricultura: Como aumentar o valor comercial da goiaba e a produtividade da goiabeira

Além disso, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento deverá propor uma política de emprego da aviação agrícola em diversos tipos de atividades de combate a incêndios na vegetação. A atividade, que poderá ser incentivada pelo governo, incluirá políticas, planos e programas governamentais de prevenção e combate a incêndios florestais, incluindo treinamento e capacitação de pilotos.

Incêndio florestal

Incêndio na floresta. Foto: Reprodução

Economia: Banco do Brasil deve aumentar em pelo menos 20% recursos para o plano safra 2022/23